Tributo ao TTK: Com grandes nomes da cena do rap nacional, o filme estreia nesta segunda (23) no YouTube

Tributo ao TTK: Com grandes nomes da cena do rap nacional, o filme estreia nesta segunda (23) no YouTube

A sigla TTK tem origem na Zona Sul do Rio de Janeiro, o Bairro do Catete, poderia até se chamar KTT, porém o TTK tem o seu dialeto próprio, o gualim. Essa e outras características desse lugar l você pode conhecer em Tributo ao TTK.

O nome Tributo ao TTK, inclusive, é o título de uma das músicas do Ret com BK, Sain e Mãolee e ainda com participação do DJ Erik Skratch e 2Nunaip, a faixa faz uma excelente mistura dos instrumentos clássicos com a batida boom bap, uma das raízes do ritmo hip hop, confira a faixa:

A construção cultural do TTK não se resume ao rap e ao skate,  a faixa acima foi escrita inteiramente em gualim, o dialeto que, só quem é cria do Bairro do Catete consegue pegar a visão, Tudo nessa história mostra que  o lugar é além de tudo, multicultural e fomenta a criatividade de quem mora ali. O bairro onde nasceram Marcelo D2, BK, Filipe Ret, entre outros grandes nomes do rap nacional, como o respeitadíssimo, Dom Negrone,  tem muita história pra contar, e é através de todos os ‘crias’ da Zona Sul que o TTK se fez e faz presente e forte até hoje como um dos berços do rap carioca, com direção criativa de Felipe Ret.

Além do contexto cultural atual, o gualim também foi marcante da ditadura, criado nos anos 60, era uma forma de disfarçar o que estava sendo falado pois a censura estava fortíssima assim como as repressões militares. Essas histórias e muito mais você pode conferir no canal da Amazon Music, no Youtube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *