Grammy adia a cerimônia de 2021 devido a Covid-19

Grammy adia a cerimônia de 2021 devido a Covid-19

A famosa premiação musical Grammys, originalmente agendado para 31 de janeiro, foi adiada devido a preocupações com a disseminação da Covid-19, segundo a Rolling Stone. Os organizadores não confirmaram uma nova data, mas fontes afirmam que pretendem realizar o evento em março.

O Grammy já havia planejado um show limitado para 2021, abrindo mão de uma audiência completamente e permitindo apenas apresentadores e performers no local durante o show. Os artistas indicados também não teriam sido permitidos no local, provavelmente levando a uma situação semelhante ao Emmy de 2020, em que os indicados apareceram e aceitaram prêmios remotamente.

Divulgação

As indicações ao Grammy de 2021 foram lideradas por Beyoncé, que recebeu nove indicações, enquanto Dua Lipa, Taylor Swift e Roddy Ricch seguiram atrás com seis acenos cada. Não está claro se o apresentador original Trevor Noah ainda está definido para apresentar o programa deste ano. (Os representantes de Noah e da Recording Academy não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

A Califórnia como um todo viu um aumento nos casos de Covid-19 após o Dia de Ação de Graças e a temporada de férias, estabelecendo um novo recorde em um único dia de 74.000 novos casos em 4 de janeiro, de acordo com o The Los Angeles Times. No condado de Los Angeles, o sistema do hospital foi tão restrito que os pacientes da Covid-19 muitas vezes são forçados a esperar em ambulâncias por horas até que as camas do hospital sejam abertas, enquanto a Agência de Serviços Médicos de Emergência do Condado de LA instruiu as equipes de ambulância a racionar oxigênio e não transferir pacientes que praticamente não têm chance de sobreviver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *